top of page

Censo de diversidade: a melhor forma de acompanhar a diversidade da sua empresa

O censo de diversidade é um processo que tem ganhado cada vez mais espaço nas empresas, especialmente nos últimos três anos. Ele consiste em uma pesquisa interna em que as pessoas da organização podem fazer sua autodeclaração sobre gênero, orientação sexual, raça, etnia, religião, entre outros aspectos. Essa autodeclaração é voluntária e tem como objetivo fornecer informações importantes para a empresa entender o cenário da sua diversidade e, assim, definir as melhores ações para promover a inclusão e a equidade em seu ambiente de trabalho.

Apesar de ser um processo cada vez mais presente, o censo de diversidade é considerado ainda uma barreira em muitas empresas. Isso ocorre por conta da cultura da organização, que muitas vezes não está preparada para se aprofundar nas ações de diversidade, e também por ser considerado um dado sensível pela Lei Geral de Proteção de Dados.
Contudo, é fundamental que as empresas superem essa barreira e realizem o censo de diversidade, pois somente assim será possível conhecer o perfil de suas pessoas e direcionar adequadamente as suas ações.


Como criar e aplicar um censo de diversidade

É importante que a aplicação do censo esteja conectada à estratégia de diversidade da empresa.
O que é esperado dessa iniciativa e qual caminho pretendem trilhar após este processo? Uma aplicação de censo também gera nas pessoas uma certa expectativa de que ações serão desenvolvidas a respeito. A transparência nesta etapa é fundamental.

Uma vez que a estratégia esteja definida, o próximo passo é estabelecer os dados que querem mapear (e que se conectam com a estratégia) e como será realizada a coleta.
Embora a autodeclaração seja considerada um dado sensível pela LGPD, a sua coleta é permitida, desde que se garanta a segurança e privacidade destes dados.

Um meio mais seguro de aplicação e coleta é através de pesquisa anônima. Neste modelo, as pessoas tendem a se sentir mais seguras em realizar sua autodeclaração, o que resulta em maior índice de sucesso e confiabilidade do processo.


Periodicidade do censo

É comum vermos empresas realizando a aplicação do censo apenas uma vez no ano ou até mais, o que não é o cenário mais adequado.

Ao optarem por realizar o censo, muitas organizações o fazem através de ferramentas de pesquisa tradicionais, com o seu time interno ou parceiros. Entretanto, por ser uma pesquisa anônima, as empresas não conseguem garantir um cruzamento de dados adequado para atualizar seu censo conforme as novas admissões e desligamentos. Consequentemente, as empresas tendem a se limitar neste mapeamento utilizando dados defasados para continuidade de seus planos e estratégia.

Uma alternativa é o uso de tecnologia/plataforma especializada que mantém a aplicação do censo anônima mas desenvolve chaves capazes de manter os cruzamentos de dados, permitindo atualizações mensais por exemplo, e ainda possibilitando diversas aberturas e visões de acordo com a necessidade da empresa.


Acompanhe a diversidade da sua empresa

As pessoas de uma organização mudam constantemente e é importante que o monitoramento da diversidade acompanhe este ritmo, garantindo dados atualizados e confiáveis que apoiarão no direcionamento mais adequado da estratégia e das ações de diversidade.

Além disso, as atualizações contínuas permitem a correção de rotas em tempo hábil, trazendo resultados efetivos em maior velocidade e com maior eficiência, e também se torna um aliado primordial na demonstração de resultados e evolução das ações.


Conheça o censo contínuo

Saiba mais sobre as vantagens que o censo contínuo traz para a estratégia de diversidade da sua empresa. Entre em contato com a gente ou veja mais aqui! (:
bottom of page